Só sofre de amor quem não gosta de cerveja” – Será?

Outro dia estava tomando uma cerveja quando, ouvi a seguinte frase: “Só sofre de amor quem não gosta de cerveja”. Pensei: Será, mesmo?

A boêmia começou a fazer parte da minha vida depois de um pé na bunda. É meus amigos, quem vê minhas fotos sorrindo no instagram hoje, nem imagina a mendiga sentimental que eu era. Foi difícil. Doeu. Na verdade dilacerou, até pensei que morreria, mas que bobagem a minha, a gente nunca morre. Então, eu fiz o que todo recém “solteiro forçado “faz, bebi. Bebi tanto que tive medo do meu sangue virar álcool. Enquanto bebia, dava risada com meus amigos e aos poucos ficava levemente alterada, esqueci a ferida que se formou em meu peito . Talvez o cara estranho e aparentemente embriagado no bar tivesse razão, talvez álcool seja o Merthiolate para a dor do amor. Estava prestes a concordar com ele e voltar a interagir com meus amigos na mesa quando lembrei do sábado de manhã. O sábado que você acorda com gosto amargo da ressaca na boca. Aquele sábado que você  olha no espelho e não se reconhece.  Olheiras, cabelo bagunçado e ainda usando as roupas da noite anterior.  Você chegou tão bêbado em casa que nem conseguiu pôr o pijama. Então, você pega o celular na esperança que um milagre venha em forma de sms, mas nada acontece. Em dias assim, nem a operadora te manda mensagem oferecendo o plano que é sua cara.

Cheguei a seguinte conclusão: não há milagre! Todo mundo sofre de amor, bebendo cerveja ou não. Isso é tão natural quanto tropeçar na rua. Você sentirá saudades, tudo ao seu redor te fará lembrar daquele sujeitinho (a) que largou sua mão no maior ato de crueldade.  Você chorará horrores no seu quarto ouvindo” I need you now – lady antebellum”. Mas para sua alegria, tudo nessa vida passa. Com o tempo você começa a observar a situação com menos drama e mais racionalidade. Percebe que vocês nem se davam tão bem assim e que algumas coisas foram feitas para não darem certo, mas você precisava passar por isso para se tornar um ser humano emocionalmente maduro.

10727273_1473036482961781_548058826_n

Anúncios

2 comentários sobre “Só sofre de amor quem não gosta de cerveja” – Será?

  1. Concordo com você, acho que todo mundo passa por momento difícil no amor, mesmo bebendo, ou não bebendo, o pior mesmo é no outro dia, mas a vida é assim e temos que passar pelas coisas ruins para encontrar as coisas boas. Boa sorte no seu blog, você escreve muito bem! Parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s