Você não me ensinou a ser singular

Hoje faz uma semana que decidimos nos largar pela quinta vez. Com tantos “A gente se vê” já deveria estar acostumada com as despedidas. Mas confesso: um fiozinho mixuruca de esperança me faz atualizar o Outlook a cada cinco minutos – vai que você me manda um “bom dia” cheio de segundas intenções. Vai que, você manda uma citação do Caio Fernando como nos velhos tempos, né?

Te conheço, sei o poço de orgulho que você é, não vai me mandar nada, mesmo que esteja morrendo de vontade, porque dessa vez foi eu que pedi para você me lagar. Supliquei para seguir sem olhar para trás, sem titubear. Sem tropeçar em nenhum dos nossos planos, nem no que poderíamos ser se continuássemos juntos. Eu disse numa convicção assustadora que não somos certos um para o outro. Que nosso tempo acabou e que precisamos nos libertar. Eu sei, foi cruel mas acredite, doeu três vezes mais em mim. Eu tinha que ser firme, porque se você vacilasse, se você se recusasse a sair daquele quarto bagunçado com as malas prontas, eu nunca mais te deixaria ir.

Então, você foi. Só esqueceu de levar nas suas malas o seu cheiro – e que cheiro bom você tem – ele está impregnado nas minhas roupas, no meu edredom, no meu travesseiro – deve ser por isso que  sonho com você todas as noites. Ah, você esqueceu de se despedir do Soluço também. Acho que meu pulguento não está bem – não está comendo direito, vive no portão, com olhar perdido, esperando alguém que mudou de endereço. Você deveria levá-lo para passear qualquer dia desses.

Sabe o que é foda? Não consigo trocar a primeira pessoa do plural pela primeira do singular. Não é meu quarto é nosso quarto. Não é meu cachorro, é nosso cachorro. Não é a minha vida é a NOSSA vida, droga!

Aposto que nem Freud consegue explicar os efeitos que você tem sobre mim. Aposto que nem mesmo você saiba o terremoto que faz na minha vida. Mas uma coisa tenho certeza que você sabe. Eu te amo de forma singular. Mesmo com as mutações que o verbo amar possa sofrer – amanhã ainda será AMOR, acredite.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s