É você

Quebrou minha rotina. Se encaixou na minha agenda. Dividiu o cigarro com meu melhor amigo. Bebeu cerveja no meu copo e apoiou a perna em cima da minha. Entrelaçou seus dedos nos meus e roubou o meu calor – meu deus! Que mão gelada.

A sexta não é mais exclusividade dos meus amigos. O meu pensamento diário, tem outro endereço e um jeito de me olhar encantador. A minha vida que antes seguia um caminho confuso e se perdia nos atalhos enganosos que me indicavam, hoje segue o ritmo acelerado do coração que dispara quando me beija.

Nos esbarramos. Mas não foi um esbarrão qualquer, foi planejado nos mínimos detalhes. Foi o destino que armou essa arapuca. Nós caímos na mesma armadilha e nos vimos na mesma sintonia.

Eu não lembro quando passamos do terceiro encontro. Não lembro quando o desejo se tornou afeto nem quando eu quis ir até a página dois. Mas lembro exatamente o momento que descobri que seria naquele abraço que eu moraria por tempo indefinido.
Foi naquele bar, depois daquele beijo. Quando nossos olhos se encontraram e revelaram um carinho ímpar.
É você. É você…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s