A gente nunca sabe de quem vai gostar

Pode acontecer na fila do pão, no banco da praça, no esbarrão distraído na linha azul. Pode, e acontecerá. Não  dá para fugir dos planos mirabolantes do destino. Quando é para ser o universo junta o Jabaquara e o Tucuruvi.

As suas lamentações e cicatrizes não intimidam o cara que dita as regras.
Ele vai mexer os pauzinhos. Você se apaixonará de novo. Sentirá aquele frio na barriga, aquela saudade torturante e aquela calmaria quando suas mãos se encontrarem na cama num sábado de manhã. Você amará outros olhos. Sua boca se perderá em outro corpo. Seu cheiro  doce  vai se misturar ao cheiro cítrico de um outro alguém.

Você vai se apaixonar de novo! Vai acontecer de um jeito repentino. Assim, do nada. Nem adianta marcar hora, endereço, sorriso. Vai acontecer de surpresa. Então, é bom que você esteja limpo. Faça uma faxina. Jogue a lembrança que dilacera na lata vermelha. As sequelas e traumas na azul.

Eu sei que é difícil e as vezes a gente desacredita, mas dá pra viver uma comédia romântica sim. Dá pra cair no sofá e gargalhar até a barriga doer. Dá pra fazer planos sim. Você pode sonhar com uma casinha, um cachorro chamado paçoca, uma cama tão sua quanto do outro. Dá pra preencher aquele espaço vazio na sua estante com livros que você jamais leria. Dá para amar de novo, você só precisa querer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s