Cicatrizes são lembretes que a vida deixa

Levei o primeiro tombo de bicicleta aos sete anos. Desequilibrei e me arrebentei na estradinha de paralelepípedo onde morava. Meus joelhos doíam tanto que nem os afagos da minha Vó conseguiam amenizar o meu sofrimento. Chorei, gritei, quis quebrar a minha magrela e adormeci. No dia seguinte, não havia mais dor e uma casquinha já se formava no meu machucado, logo eu estaria pronta para descer as ladeiras perigosas do sítio onde morava com um sorriso endiabrado.

Aos dez anos assisti a primeira briga dos meus pais. Um verdadeiro show de horror. Gritos, xingamentos, móveis quebrando e choro. Lágrimas de quem eu achava invencível escorriam pelo rosto. De repente minha heroína perdia os poderes e se recusava a olhar nos meus olhos.  Passaram-se treze anos e agora está tudo bem. Essa ferida também cicatrizou.

Aos dezenove sofri a primeira dor de amor. Vi meu coração se perder em mãos erradas. Assisti de camarote ao óbito do meu afeto. Todas as noites tinha um ensaio de infarto. O álcool anestesiava a angústia – sobriedade torturava, me fazia lembrar e me deixava frágil. Então, eu bebia. Bebia quase todos os dias. Nessa fase minha família teve uma conversa séria comigo, eles tinham medo de eu seguir os passos errados do meu progenitor. O tempo passou, os porres diminuíram e sem perceber a dor desapareceu. Quando me dei conta ela já não estava mais lá.

Aos vinte e três aprendi que a dor tem a intensidade que damos a ela. Que decepções são inevitáveis, mas quem determina o tempo de sofrimento sou eu. Aprendi que cicatrizes são marcas-lembretes. Estão lá para me lembrar que nenhuma dor perdura para sempre e que eu vou sobreviver.

Imagem: Pinterest

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s