Amor apesar de…

Sempre achei que o amor deveria ser afirmado para que assim, fosse enaltecido. ” Te amo porque ” era expressão usada diariamente por mim para demostrar ao ser amado o quão importante ele era na minha vida. ” Te amo porque quando você chegou o meu mundo floresceu, ganhou cor, fico mais feliz, amor “.  Bonito e fácil! Dizer eu te amo nessas condições é mamão com açúcar.

Mas hoje, analisando o amor e suas provas, noto que, a essência do querer contínuo está no “amar apesar de…” – ” Eu te amo apesar da briga desnecessária naquela noite que quis comida japonesa e você italiana. Eu te amo apesar de me fazer dormir no sofá em dias de TPM. Eu te amo apesar do clima chato que fica entre nós depois de uma briga fervorosa. Eu te amo apesar de você desligar o telefone porque é incapaz de dialogar quando explode. Eu te amo apesar de querer sumir de casa as vezes – ficar sempre será a melhor opção. ”

Uma relação é constituída dos queres apesar dos desentendimento. É nutrida não só pelas declarações escancaradas, mas também pelos esforços que fazemos para aceitar a diferenças – é ter que ceder em época de orgulho exacerbado. É morrer para algumas coisas e renascer para outras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s