As coisas que não te disse

Eu sei dizer ” bom dia”, ” tudo bem?”, “Amigo, uma cerveja “. Eu sei reclamar do sistema, da mudança brusca de temperatura que sempre acorda minha asma. Sei ligar para cliente, fornecedor, homem do gás, para o entregador de pizza – que sempre tem uma história de corredor para contar. Sei falar sobre a minha vida, sobre a vida da minha mãe, do soluço – meu cachorro.

Eu falo bastante, mas tem umas coisas aqui dentro que nunca falei para ninguém – nem para o meu melhor amigo, nem para a minha terapeuta gente boa. Tem uma coisa aqui dentro, que grita por liberdade.

Eu não vou mais manter em cativeiro, vem cá, eu preciso te dizer umas verdades.

Ó, eu gosto de você! É, GOSTO DE VOCÊ! Gosto de você com todo esse medo de deixar alguém deitar do lado esquerdo da sua cama no domingo chuvoso. Gosto de você com todo esse histórico amoroso de merda que você carrega em baixo do braço e, faz questão de ler a cada dez minutos. Gosto de você, mesmo com esse ar frustrado de quem caiu e machucou os joelhos quando tentou abraçar o mundo.

Das coisas que nunca disse, você é a mais pura – a que enche o meu coração de felicidade. Das coisas que não disse, você é o segredo mais explícito – mesmo que minha boca não tenha dito, meu olho abobalhado já entregou há tempos.

Aaah, como eu gosto de você!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s