A Kryptonita do meu super herói era o álcool

Disseram no bar

Apesar da dificuldade de expressar os seus super poderes amorosos ele era um cara legal as vezes. Quase todas as noites chegava as 20h com nosso chocolate preferido. Eu disse quase porque em outras noites ele se transformava no monstro que mais me metia medo. Não tinha medo do velho do saco que sequestrava criancinhas para vender seus órgãos no exterior, tampouco da loira do banheiro. Mas quando ele se aproximava, desequilibrado, exalando álcool eu tremia na base, meu coração disparava, mal conseguia respirar.  Então, cobria a cabeça com edredom torcendo para que, aquela capa de algodão me protegesse da fúria de um gigante embriagado. De certa forma o meu edredom azul me protegia, mas, não me impedia de ouvir os gritos de socorro da minha heroína.

Minha heroína tem super poderes incríveis. Ela tem a habilidade de cuidar de três filhos endiabrados com maestria. Consegue pôr ordem na casa…

Ver o post original 294 mais palavras

Anúncios

2 comentários sobre “A Kryptonita do meu super herói era o álcool

  1. Poxa.. A mesma Krytonita levou um outro Herói.. Um que eu não pude conhecer por causa dos meus 3 pequenos anos.. Mas.. Não há uma pessoa se quer que não o chame de Herói.. Queria poder ter conhecido ele.

    Mas não apenas temos uma coincidência ruim em comum. Pq eu tbm tive uma Heroína com todos esses poderes! E ela era maravilhosa ~~

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s